Município do Rio concentra o maior número de mortes por dengue no Estado

Segundo boletim da Secretaria Municipal de Saúde, cidade concentra 8 das 9 mortes; dados mostram ainda que 40.252 pessoas já foram infectadas pelo mosquito Aedes aegypti

Agência Brasil,

17 de abril de 2012 | 08h29

Sobe para nove o número de mortos pela dengue no Estado do Rio, desde o início do ano. De acordo com o boletim epidemiológico semanal divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, o município do Rio de Janeiro concentra o maior número de mortes, oito até agora. A outra morte foi registrada em Niterói, na região metropolitana.

O boletim informa ainda que 40.252 pessoas foram infectadas pelo mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença desde janeiro na cidade, sendo que somente na última semana foram registrados mais 757 casos.

De acordo com o mapa de distribuição da doença no município do Rio de Janeiro, três áreas da cidade já podem ser consideradas com surto de dengue: Madureira e adjacências, na zona norte lideram o número de infectados, com 10.504 casos; seguida de Bangu e Realengo, com 7.864, na zona oeste; e Campo Grande, também na mesma região, com 7.215 infectados.

Com 82,9% dos casos, o tipo 4 da doença é o predominante na capital fluminense, segundo balanço da Secretaria Municipal de Saúde.

 

Tudo o que sabemos sobre:
DengueRio de JaneiromortesSaúdeVida

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.