Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Na reabertura de parques, ciclovia da Marginal do Pinheiros continuará fechada

CPTM, dona da pista, não tem data para reabertura da via, de 21 quilômetros, que liga as zonas sul e oeste da capital de SP

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

10 de julho de 2020 | 15h44

Bloqueada desde o dia 21 de março por causa da pandemia do coronavírus, a ciclovia da Marginal do Pinheiros, que fica entre o rio e e a Linha 9-Esmeralda da Companhia Paulista dos Trens Metropolitanos (CPTM), vai continuar fechada em meio ao processo de reabertura dos parques que Prefeitura de São Paulo e governo do Estado anunciaram nesta semana.

A ciclovia é da CPTM, que a concedeu para uma empresa privada em fevereiro, pouco antes da covid-19 chegar à capital. A empresa privada teria de fazer melhorias nas pistas, que estão em obras, e em troca poderia explorar publicidade na pista. O contrato tem duração de três anos, podendo ser renovado por mais três.

A Secretaria Estadual dos Transportes Metropolitanos informou que, por ora, a pista continua fechada. A ciclovia tem seis locais de acesso e é opção para o trânsito entre a zona sul e a zona oeste da cidade, especialmente em tempos em que o transporte público é local de propagação da doença. 

Não há data para que as pistas reabram. Elas funcionavam entre 5h30 e 18h30. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.