Nasa lança jogo para iPhone sobre satélite ambiental

Trata-se do primeiro aplicativo para iPhone em espanhol; agência acredita que esse tipo de iniciativa facilita comunicação com público jovem

Efe,

14 de fevereiro de 2012 | 19h11

 A Nasa lançou o primeiro aplicativo para iPhone em espanhol, que inclui um jogo baseado na coleta de dados do satélite operacional ambiental geoestacionários (GOES-R).

"A ciência, a tecnologia e o espaço têm interesse universal. A Nasa quer garantir que todos os interessados em aprender sobre suas missões tenham a oportunidade de fazê-lo", explicou Austin Fitzpatrick, engenheiro da equipe de software "Space Place Team", que projetou o jogo.

Por isso, "queremos garantir a comunicação na língua que o indivíduo se sinta mais confortável", acrescentou.

O usuário pode baixar o programa na loja de aplicativos online da Apple "Satellite Insight" para telefone ou Ipad e uma vez selecionada o idioma automaticamente aparece a informação do satélite, bem como o jogo, em espanhol.

"Sabemos que um número importante de pessoas nos Estados Unidos falam espanhol", por isso, a fim de chegar ao maior número de pessoas possível, iniciaram o projeto bilíngue e esperam continuar projetando novos aplicativos.

De fato, a equipe "The Space Place Team", que projeta jogos e materiais educativos desde 2003, traduz ao espanhol todos o conteúdo da página na internet.

Para Fitzpatrick, "escolher um tema complexo de ciência e transformá-lo em um jogo educativo torna mais fácil o relacionamento com os jovens e com os adultos também.

"Satélite Insight" é baseado na coleta de dados de uma verdadeira missão da Nasa que lançará em 2015 o GOES-R, o mais avançado da série.

O satélite coletará informação sobre o clima com mais detalhes e maior precisão que os anteriores graças a instrumentos de última geração, como sensores de detecção de raios, cartografia de incêndios florestais, monitoramento de tempestades, imagens solares e outros.

O objetivo do jogo, que pode ser comparado ao popular tetris pelo dinamismo e capacidade de prender o jogador, é evitar a saturação de uma rede de dados que enviam os seis instrumentos a bordo do satélite.

Os dados estão representados por blocos de seis cores diferentes: nuvens em azul, energia solar em vermelho, radiação em amarelo, campo magnético em verde, partículas em roxo e energia em laranja.

Os jogadores têm que evitar que a variedade de cores os distraiam de sua meta final, porque quando a rede fica cheia, o jogo termina.

"Nosso objetivo é apresentar o material da missão e envolver os jovens em um jogo, de modo que tenham um reforço visual e interativo para a ciência e a tecnologia", diz.

"Ainda que eles não se lembre de todos os conceitos em detalhes, a mensagem central ficará na memória e serão mais receptivos a temas similares no futuro", diz Fitzpatrick.

Tudo o que sabemos sobre:
NasajogoiPhoneIpadsatélite

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.