Nasa planeja perigosa caminhada espacial para reparar a ISS

O veterano Scott Parazynski terá de consertar painéis solares que estarão gerando eletricidade

Associated Press,

02 de novembro de 2007 | 13h49

Funcionários da Nasa apressam-se para terminar os planos de uma caminhada espacial mais arriscada que o normal para salvar um painel de energia solar rasgado na Estação Espacial Internacional (ISS).   Consertar o painel, um dos dois problemas de fornecimento de energia que atingem a ISS, é a principal prioridade dos últimos dias da missão do ônibus espacial Discovery na estação.   A Nasa diz que pelo menos um dos problemas - o outro é o entupimento da junta de uma torre de suporte de painéis solares - precisa ser solucionado antes que novas missões de ônibus espacial partam para a base orbital. Os engenheiros decidiram focalizar os recursos no painel rasgado porque novos danos poderão forçar o abandono do equipamento, que é não só importante como também caro.   a agência espacial pretende encarregar o astronauta veterano Scott Parazynski dos reparos, que deverão ocorrer neste sábado.   Será uma missão difícil e perigosa para Parazynski, que poderá sofrer um choque elétrico durante os reparos. Ela também estará mais distante dos acessos à estação, tornando um eventual resgate mais difícil.   As preocupações com a segurança da operação levou a Nasa a adiar os reparos, previstos inicialmente para esta sexta-feira, a fim equacionar todos os detalhes.   Engenheiros acreditam que o coletor solar de 35 metros ficou preso em um fio-guia ou suporte de fio-guia ao se desenrolar, na terça-feira. Mas, até que um astronauta chegue perto o bastante para observar a situação, os especialistas podem, apenas, teorizar sobre o assunto.   O painel está gerando eletricidade e é impossível desativá-lo para consertos, explica o diretor de vôo Derek Hassmann.   Parazynski foi advertido para não tocar nenhuma das células solares geradoras de eletricidade que cobrem virtualmente todo o painel. Se o metal de uma das ferramentas que ele usará derreter, isso poderá abrir um buraco em sua luva.   As partes metálicas do traje espacial do astronauta serão recobertas com fita isolante, assim como seus alicates, pinças e outras ferramentas.

Tudo o que sabemos sobre:
nasaissdiscoveryastronauta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.