Nigéria confirma médico como segundo infectado por Ebola

Profissional de saúde cuidou de Patrick Sawyer, primeira vítima da doença no país mais populoso da África, que morreu

AP

04 Agosto 2014 | 10h35

LAGOS - Autoridades nigerianas confirmaram nesta segunda-feira, 4, o segundo caso de Ebola no país mais populoso da África. O ministro da Saúde da Nigéria,Onyebuchi Chukwu, disse que a segunda pessoa infectada pela doença é um médico que ajudou a tratar Patrick Sawyer, o liberiano-americano de 40 anos que morreu em decorrência do Ebola em julho.

Sawyer, que estava viajando à Nigéria a trabalho, ficou doente enquanto viajava de avião e autoridades nigerianas imediatamente o colocaram em isolamento. Porém, os demais passageiros do voo não foram colocados em quarentena, e o governo da Nigéria insistiu que o risco de novos casos é mínimo.

Nigéria foi o quarto país africano a registrar morte por Ebola. Pelo menos outras 728 pessoas morreram em Guiné, Serra Leoa e Libéria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.