No País, 26% estão expostos a cigarro 4 horas por dia, aponta pesquisa

Levantamento com 2.242 brasileiros mostra que 20% fumam; média é de 13 cigarros por dia

Agência Estado

30 de agosto de 2010 | 18h08

SÃO PAULO - Mais de um quarto dos brasileiros com mais de 16 anos (26%) fica exposto à fumaça de cigarro em ambientes fechados por em média quatro horas por dia, concluiu uma pesquisa inédita encomendada pela Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia e realizada pelo instituto de pesquisas Datafolha.

 

O levantamento, feito com 2.242 brasileiros acima de 16 anos pertencentes a todas as classes econômicas de 143 municípios, também mostra que 20% admitiram fumar (uma média de 13 cigarros diários). A margem de erro máxima é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos, dentro do intervalo de confiança de 95%.

 

De acordo com o levantamento, mais da metade do grupo vítima do fumo passivo fica até duas horas por dia respirando a fumaça de cigarro alheia e 13%, 19 horas ou mais - apesar de a maioria dos entrevistados concordar que a fumaça faz mal tanto para o fumante quanto para quem não fuma.

 

"A maioria dos municípios ainda não baniu os fumódromos e há também pessoas que fumam dentro de casa, expondo os demais moradores aos riscos do cigarro", afirma a presidente da sociedade, Jussara Fiterman. "Muitas vezes é difícil intervir. São os familiares, o marido, a mulher submetidos ao tabagismo por causa dos hábitos de outro morador da casa. O fumante é uma vítima e o que não quer fumar e é obrigado, mais ainda", completa.

 

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.