Edu Kapps/Secretaria Municipal de Saúde do Rio
Edu Kapps/Secretaria Municipal de Saúde do Rio

Nomes lendários do carnaval recebem vacina contra covid no sambódromo do Rio

Com os desfiles e demais festejos suspensos por causa da pandemia, velha guarda das escolas de samba foi convidada a se imunizar contra o coronavírus

Vinicius Neder, RIO

13 de fevereiro de 2021 | 12h46

Ainda sem garantias de que receberá a quantidade necessária de doses de vacinas contra a covid-19 para seguir adiante com seu cronograma de vacinação, a prefeitura do Rio instalou neste sábado, 13, um posto drive-thru no sambódromo carioca. Com os desfiles e demais festejos suspensos por causa da pandemia, nomes de peso das velhas guardas das escolas de samba foram convidados a se vacinar.

Presidente de honra da Portela, o compositor Monarco, de 87 anos, foi um dos que se vacinou neste sábado. O músico lamentou a suspensão do carnaval, mas, em entrevista ao canal por assinatura GloboNews, exortou aos idosos que tomem a vacina e a todos que evitem aglomerações por causa da pandemia. No último dia 31, outro sambista lendário, o compositor Nelson Sargento, presidente de honra da Mangueira, de 96 anos, foi um dos vacinados escolhidos para marcar o início da campanha de imunização carioca.

Além de receber o posto de vacinação drive-thru, o Sambódromo da Marquês de Sapucaí será iluminado, todas as noites até o próximo sábado, 20, por um show de luzes com as cores das escolas de samba da cidade.

Na sexta-feira, 12, a tradicional entrega simbólica da chave do Rio durante o carnaval foi diferente. Em do Rei Momo, quem a recebeu a chave das mãos do prefeito Eduardo Paes (DEM) foram duas profissionais de saúde do município.

Vacinação na capital fluminense

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, 240 mil pessoas já foram vacinadas na capital fluminense, incluindo profissionais de saúde, indígenas, quilombolas e pessoas acima de 85 anos. O cronograma de vacinação da está no momento seguindo uma ordem decrescente de idade. Neste sábado, 13, podem ser vacinar todos com 85 anos ou mais que não tenham tomado a vacina no dia específico de sua idade. Na segunda-feira, 15, serão vacinadas as pessoas com 84 anos e, na terça-feira, 16, as com 83 anos.

Na semana passada, a prefeitura do Rio informou inicialmente que só teria doses suficientes para vacinar até este sábado. Na sexta-feira, 12, o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, disse que a quantidade seria suficiente para seguir com a vacinação até a terça-feira, 16. Neste sábado, Soranz reiterou que a prefeitura ainda aguarda novas doses enviadas pelo Ministério da Saúde. A Secretaria Municipal de Saúde garante, porém, que há vacinas suficientes para dar a segunda dose nas pessoas que já foram vacinadas com a primeira. A vacinação da segunda dose começará na próxima semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.