Nos últimos 3 dias, o letal H5N1 foi confirmado em mais 7 países

Confira abaixo um resumo dos focos de gripe aviária registrados no mundo durante os últimos três dias. As informações são da Dow Jones. AFEGANISTÃO - A variedade H5 foi encontrada em duas regiões afegãs e há risco de que testes apontem o vírus H5N1, afirmou uma agência das Nações Unidas. Cinco amostras de frangos de granjas de fundo de quintal na cidade de Jalalabad já são positivas para o H5. Outros testes estavam sendo conduzidos. SUÍÇA - Um laboratório britânico confirmou que mais duas aves morreram de H5N1, trazendo o total de casos confirmados no país para três, informou o Departamento Federal de Veterinária. As aves foram encontradas no norte do país no início deste mês. As autoridades assumiram que mais oito aves, inicialmente com H5, estavam contaminadas com o vírus H5N1, porém mais exames estavam sendo feitos para confirmação oficial. POLÔNIA - Exames laboratoriais confirmaram o quinto caso de H5N1 no país numa ave encontrada na cidade costeira de Swinoujscie, perto da fronteira com a Alemanha, informou o Ministério da Agricultura. Os três primeiros casos foram detectados em cisnes encontrados na cidade central de Torun, e o quarto próximo a Kostrzyn, áreas em que milhares de aves migratórias geralmente descansam. MIANMÁ - O país do sul da Ásia detectou a variedade H5N1 em frangos e pretende lidar com seu primeiro foco com transparência, disseram autoridades do governo e da agência de Agricultura das Nações Unidas. Especialistas confirmaram o surto nas redondezas de Mandalay, norte do país, disse o diretor do departamento veterinário, Than Tun. "O primeiro caso de H5N1 foi detectado", disse. "Estamos tomando todas as medidas para controlar a situação." O vírus foi descoberto depois que 11 frangos morreram nos arredores da segunda maior cidade do país. ROMÊNIA - Autoridades disseram, ontem, que testes preliminares em frangos no sudeste do país indicaram contaminação com o subtipo da gripe aviária H5. Os exames foram feitos num laboratório móvel, e estavam sendo confirmados na capital Bucareste. Os novos testes vão verificar se o vírus é da variedade letal H5N1. CAMARÕES - O país foi a quarta nação africana a ser atingida pelo vírus mortal de gripe aviária H5N1, já que o governo anunciou seu primeiro caso confirmado ontem. O H5N1 foi detectado num pato que estava na região da cidade de Maroua, no norte do país, perto da fronteira com a Nigéria, informou o governo em um comunicado divulgado pelo rádio. O vírus fatal já foi identificado em uma granja comercial na Nigéria em fevereiro. Desde então, outros focos surgiram no Egito e em Níger. GRÉCIA - Testes em quatro cisnes no norte da Grécia deram positivo para a variedade H5N1, informou o Ministério da Agricultura. Os novos casos trazem para 30 o número total de infecções em aves silvestres no país, a maioria dos casos nas regiões nórdicas da Macedônia e Trácia.

Agencia Estado,

13 de março de 2006 | 13h20

Tudo o que sabemos sobre:
notícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.