Nova equipe chega à Estação Espacial Internacional

A cápsula espacial russa Soyuz chegou à Estação Espacial Internacional nesta sexta-feira com três astronautas a bordo, completando novamente a tripulação em órbita depois que um lançamento de uma nave espacial de carga fracassou em agosto, alterando o cronograma de voos.

IRENE KLOTZ, REUTERS

23 de dezembro de 2011 | 16h43

O cosmonauta russo Oleg Kononenko, Don Pettit, da Nasa, e Andre Kuipers, da Agência Espacial Europeia, decolaram do cosmódromo Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira rumo à estação espacial, um complexo de pesquisa de 100 bilhões de dólares que realiza uma órbita a cerca de 390 quilômetros da superfície terrestre.

A viagem de dois dias dentro de uma cápsula apertada terminou às 13h19 (horário de Brasília), quando a Soyuz atracou no porto de ancoragem no módulo Rassvet, na estação.

"A Soyuz desce a chaminé da Estação Espacial Internacional com um presente de Natal para a tripulação - uma retomada de sua capacidade de seis pessoas", disse o comentarista da missão da Nasa, Rob Navias, durante uma transmissão televisionada da ancoragem.

Kononenko, Pettit e Kuipers se unem ao comandante da estação Dan Burbank e os dois cosmonautas que estão a bordo do posto espacial desde 16 de novembro.

A estação esteve com falta na equipe pelos últimos três meses. Voos de tripulantes para a estação foram atrasados enquanto engenheiros russos se apressavam para detectar e consertar a causa da falha no motor no navio espacial de carga Progress, em 24 de agosto.

O motor é quase idêntico àquele usado pela cápsula russa Soyuz para o transporte de tripulantes.

Tudo o que sabemos sobre:
CIENCIAESTACAOCHEGA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.