Divulgação
Divulgação

Nova etapa da campanha de prevenção à aids incentiva teste para detectar HIV

Brasília – O Ministério da Saúde deu início a mais uma fase da campanha de prevenção à aids. Antes do carnaval, o apelo era para o uso de preservativos. Agora, a pasta convoca todos para a realização do teste de detecção do HIV.

Agência Brasil,

10 Março 2011 | 18h12

Veja também:

link Cientistas buscam melhor momento para tratar HIV

De acordo com o ministério, é importante lembrar que é preciso esperar 30 dias a contar da última relação sexual sem preservativo para fazer o exame. Segundo o Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais, antes desse período, não é possível detectar o HIV no organismo.

A recomendação para realizar o teste vale para pessoas que tiveram relação sexual desprotegida (inclusive sexo oral) e que fizeram uso de seringas ou agulhas compartilhadas. As mulheres que desejam engravidar também são aconselhadas a conhecer a condição sorológica, uma vez que a medida pode evitar a transmissão vertical do HIV (de mãe para filho).

Para informações sobre locais onde fazer o teste para detectar o HIV, basta acessar o site www.aids.gov.br/pagina/servicos-de-saude.

Dados do ministério indicam que cerca de 630 mil pessoas vivem com o vírus da aids no Brasil – 255 mil delas não sabem do diagnóstico porque nunca fizeram o teste.

Mais conteúdo sobre:
HIV prevenção

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.