Nova radiografia da saúde do brasileiro prevê até coleta de sangue

Pesquisa inédita do IBGE deverá ser feita a partir de 2012 e será realizada a cada cinco anos

Lígia Formenti, de O Estado de S. Paulo,

30 Agosto 2010 | 21h14

BRASÍLIA- Uma pesquisa inédita, planejada para ser a mais completa radiografia sobre a saúde do brasileiro e que está em fase de preparação pelo governo, prevê até a coleta de sangue de entrevistados.

 

O inquérito, que deverá ser feito a partir de 2012 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), pretende reunir dados como peso, pressão arterial, altura e circunferência da cintura, além de informações sobre doenças e estilo de vida dos habitantes.

 

Batizado de Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), o novo inquérito de base populacional será coordenado pelo Ministério da Saúde. A pesquisa, que ainda está em fase de construção, será realizada a cada cinco anos.

 

A entrevista para coleta de dados usados na pesquisa será domiciliar. De acordo com planejamento inicial, questionários serão feitos individualmente, com enfoque na condição de saúde e no estilo de vida do entrevistado.

 

Em cada residência, um sorteio apontará um único morador de 18 anos ou mais para responder o questionário. As questões que serão abordadas no trabalho ainda não foram definidas.

 

Hoje, o Ministério da Saúde lança um site para que pessoas interessadas mandem sugestões para a construção da pesquisa. A coleta de sangue ficará sob a responsabilidade do ministério.

 

O desenho da PNS começou a ser feito em 2003. De acordo com Ministério da Saúde, o plano de amostragem será delineado em conjunto com IBGE, incluindo uma fase piloto.

 

Desde 2006, a pasta se vale de informações obtidas em um outro inquérito, o Vigitel, feito em todas as capitais do país. As informações da pesquisa, no entanto, são obtidas durante entrevista feita por telefone e, por isso, muitas vezes são menos precisas do que o seria ideal. Mesmo assim, de acordo com Ministério da Saúde, o Vigitel será mantido.

Mais conteúdo sobre:
pesquisa IBGE Ministério da Saúde Vigitel

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.