Nova York tem a primeira morte causada pela gripe suína

É a quinta vítima registrada nos Estados Unidos; cidade fecha temporariamente onze escolas

Efe,

18 Maio 2009 | 02h36

A cidade de Nova York registrou neste domingo, 17, sua primeira morte pele gripe suína. A vítima era diretor de uma escola e morreu por complicações da doença, elevando para cinco o número de casos fatais nos Estados Unidos.

 

Veja também:

especial Mapa: veja como a gripe está se espalhando

especialEntenda a gripe suína: perguntas e respostas 

video Infectologista esclarece cuidados que serão tomados 

mais imagens Veja galeria de fotos da gripe suína pelo mundo   

som 'Meios de transportes facilitam a propagação'

documento Folheto oficial do Ministério da Saúde  

 

Segundo o porta-voz do hospital Flushing Medical Center, Andrew Rubin, Mitchell Wiener, de 55 anos, morreu esta noite após ter começado a manifestar os sintomas da doença há cerca de dez dias. 

 

No caso do professor, a gripe se combinou com outras complicações para causar sua morte, disse Rubin.

 

Em comunicado, o prefeito Michael Bloomberg disse que a morte de Wiener, que foi professor durante décadas, "é uma perda para nossas escolas e nossa cidade. Era um educador dedicado e muito respeitado".

 

A gripe causou até o momento o fechamento temporário de 11 escolas em Nova York.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.