Novas imagens mostram raios nos pólos de Júpiter

Sonda New Horizons também filmou erupção vulcânica em lua do planeta.

Molly Bentley, BBC

10 de outubro de 2007 | 19h00

Novas imagens e análises de Júpiter enviadas pela sonda da Nasa "New Horizons" (novos horizontes, em tradução literal) mostraram detalhes surpreendentes e até uma erupção vulcânica em uma de suas luas.Em um dos vôos mais próximos do planeta, a "New Horizons" mostrou imagens nunca vistas: raios nos pólos, blocos misteriosos em seus anéis e o primeiro filme mostrando uma erupção vulcânica na lua Io.A "New Horizons" passou próxima de Júpiter para conseguir um impulso gravitacional, o que aumenta sua velocidade em cerca de 14 mil quilômetros por hora e encurtaria em quatro anos a jornada até seu destino, Plutão."Foi uma passagem bem próxima (...) e nossa primeira missão com instrumentos realmente modernos. As imagens eram espetaculares", afirmou Amy Simon-Miller, cientista planetária no Centro de Vôo Espacial Goddard, da Nasa.As imagens foram feitas durante uma aproximação de Júpiter feita pela sonda em fevereiro e março e foram apresentadas na reunião da Divisão de Ciências Planetárias da Sociedade Astronômica Americana, em Orlando, Flórida.A câmera da "New Horizons" conseguiu filmar a erupção do vulcão Tvashtar, perto do pólo norte da lua Io, de Júpiter. As imagens mostram a coluna de fumaça e poeira de 350 quilômetros de altura expelida pelo vulcão."Vimos apenas de relances de erupções como estas, mas agora temos muito mais detalhe do que obtivemos com qualquer outra espaçonave", disse John Spencer, do Instituto de Pesquisa Southwest.Os instrumentos da sonda capturaram pela primeira vez raios nos pólos, quando a espaçonave passou pelo lado escuro do planeta."Estes são super-raios, milhares de vezes mais fortes do que vemos na Terra", disse Amy Simon-Miller.Os cientistas já tinham visto raios no meio do planeta, mas não em latitudes mais altas.Na Terra, os raios retiram sua energia, em parte, do Sol. Mas os raios vistos nos pólos de Júpiter, onde a luz do Sol é mais fraca, sugerem uma fonte interna de calor que está distribuída por todo o planeta.Júpiter é o maior planeta do Sistema Solar, um gigante formado por gases 320 vezes maior do que a Terra.Saturno é o planeta famoso por seus anéis, mas Júpiter também tem os seus, empoeirados e apagados. Duas das luas de Júpiter, Adrastea e Metis, percorrem estes anéis.Os cientistas envolvidos na missão da "New Horizons" detectaram dois novos blocos de um material parecido com o das luas nos anéis de Júpiter.Ainda não se sabe por que estes blocos estão aglomerados e o que os mantém no lugar."De alguma forma eles ficaram presos no sistema e não conseguem escapar. Já vimos fenômenos parecidos nos anéis de Saturno e Netuno, mas, neste caso, não conseguimos explicar", disse Mark Showalter, cientista planetário no Instituto Seti (Search for Extraterrestrial Intelligence Institute ou Instituto para Busca por Inteligência Extraterrestre).A sonda "New Horizons", de US$ 700 milhões, foi lançada em janeiro de 2006.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.