Aly Song/REUTERS
Aly Song/REUTERS

AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Novo coronavírus pode ter começado a circular na China em agosto, diz estudo de Harvard

Estudo é baseado em dados de motores de pesquisa relacionados aos sintomas e em imagens de satélite que capturaram aumento da movimentação nos hospitais de Wuhan

Redação, O Estado de S.Paulo

09 de junho de 2020 | 04h25

O novo coronavírus pode estar em circulação na China desde agosto de 2019, de acordo com estudo da Harvard Medical School divulgado nesta terça-feira, 9. A pesquisa utilizou imagens de alta resolução provenientes de satélites que mostraram aumento excepcional na movimentação em estacionamentos de hospitais em Wuhan - onde o vírus começou a circular no fim de 2019 - e nos dados de buscas por sintomas relacionados à covid-19, como tosse e diarreia.

"O aumento do tráfego nos hospitais e nos dados de pesquisa dos sintomas apontados em Wuhan é anterior a dezembro de 2019, considerado o período de início da pandemia do novo coronavírus", diz o estudo. "Embora não possamos confirmar se o aumento do volume está diretamente relacionado ao novo vírus, nossas evidências corroboram com outro estudo recente que mostra ocorrências anteriores ao episódio no mercado de peixes". 

Segundo a pesquisa, os resultados também corroboram com a hipótese de que o vírus surgiu naturalmente na região sul da China e já estava circulando potencialmente na época dos primeiros casos confirmados em Wuhan. 

Os dados mostram um aumento acentuado da ocupação dos estacionamentos dos hospitais em agosto de 2019. A pesquisa aponta ainda que foi verificado um aumento extraordinário nas buscas por "diarreia" em agosto em comperação como o número de buscas feitas em outras temporadas de gripe./REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.