Nº de casos confirmados de microcefalia chega a 1.271 no País

Má-formação foi registrada em 470 municípios; 203 casos têm relação com o vírus da zika, segundo boletim do governo

O Estado de S. Paulo

04 Maio 2016 | 20h39

Até o dia 30 de abril, foram confirmados no Brasil 1.271 casos de microcefalia, segundo balanço divulgado nesta quarta-feira, 4, pelo Ministério da Saúde. No boletim anterior, de 26 de abril, o número de confirmações era de 1.198, o que representa aumento de 6,09%. 

Já foram notificados 7.343 casos da má-formação - 2.492 deles foram descartados.

Entre os casos confirmados, 203 têm relação com o vírus da zika. A microcefalia foi registrada em 470 municípios de 25 unidades da Federação. Segundo o Ministério, 267 óbitos foram registrados por suspeita de microcefalia ou alteração do sistema nervoso central após o parto ou durante a gestação.

Em São Paulo, de acordo com o Ministério, foram registrados oito casos confirmados da má-formação - um deles com teste postivo para zika. 

O Estado de Pernambuco lidera em número de casos confirmados de microcefalia (339), seguido de Bahia (232) e de Paraíba e Maranhão, que registram 115 casos cada um. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.