Número de contaminados pela 'E. coli' no Reino Unido sobe para 11

Pacientes tinham viajado para a Alemanha, país com o maior número de casos de infecção

Efe

03 Junho 2011 | 16h22

Londres - Mais quatro pessoas foram contaminadas pela variante da bactéria "E. coli" detectada na Alemanha, elevando para 11 o número de contágios no Reino Unido, informou nesta sexta-feira a Agência de Proteção Sanitária (HPA).

Segundo precisou a agência, estes pacientes tinham viajado à Alemanha, o país da UE mais afetado pela contaminação, e apresentam diarreia com hemorragia.

A HPA recomenda à população que viaje à Alemanha que não consuma pepino, alface e tomate e que vá ao médico se apresentar forte diarreia.

A origem do problema é desconhecida, uma vez que as autoridades de saúde alemãs descartaram que os pepinos espanhóis fossem os causadores da infecção.

A Comissão Europeia (órgão executivo da União Europeia) suspendeu nesta quarta-feira o alerta sanitário decretado na quinta-feira passada contra os pepinos espanhóis e comunicou oficialmente que todas as análises de solo, água e hortaliças realizadas estão livres da bactéria que provocou a infecção.

Veja também:

link Tipo mortal de E. Coli mistura toxina conhecida com 'cola' rara

link OMS confirma que bactéria pode ser transmitida de pessoa para pessoa

link Cientistas decifram o genoma da bactéria E-coli

especialSaiba mais sobre causas e prevenção da infecção intestinal na Alemanha

Mais conteúdo sobre:
bactériainfecçãoE. coli

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.