Tino Romano/EPA/EFE
Tino Romano/EPA/EFE

Número de infectados pelo coronavírus no mundo passa dos 93 mil, diz OMS

A China, país onde a epidemia teve início, mantém estabilidade, com 120 novos casos registrados nas últimas 24 horas; em outros países, cenário é de dispersão da doença

Giovana Girardi, O Estado de S.Paulo

04 de março de 2020 | 19h54

SÃO PAULO - Enquanto o número de casos de coronavírus na China chega perto da estabilidade, com 120 novos registros nas últimas 24 horas, a doença mantém o ritmo de dispersão por outros países. De acordo com balanço mais recente da Organização Mundial da Saúde, houve 2.103 novos casos registrados em outros 76 países neste período.

Quatro países aparecem pela primeira vez nesta quarta-feira no relatório da entidade: Argentina e Chile, que anunciaram os casos na terça-feira, 3, além de Polônia e Ucrânia. Ao todo, já houve 12.668 casos confirmados nos 76 países. Somada a China, o número de infectados chegou a 93.090, com 3.198 mortes - são 214 óbitos fora da China.

O segundo país com mais infectados é a Coreia do Sul: 5.328, com 32 mortes. A Itália vem em terceiro, com 2.502 casos e 80 mortes. O Irã já teve 2.336 casos confirmados e 77 mortes. Em 23 países, houve, até o momento, somente um caso confirmado. Em 42 países, o número de infectados não passou de 50.

Primeiros casos de coronavírus

A Hungria confirmou nesta quarta-feira, 4, os primeiros dois casos de coronavírus, ambos de estudantes iranianos no país. A informação foi dada pelo primeiro-ministro Viktor Orbán na página dele no Facebook. Ele disse que os dois pacientes foram internados. "Eles não apresentam sintomas ainda, mas a infecção foi confirmada", afirmou.

Janos Szlavik, líder do instituto nacional de doenças infecciosas, disse que os estudantes viajaram ao Irã, um dos países mais afetados pelo Covid-19, e um deles resolveu fazer um checkup para ter certeza de que não estava infectado. O resultado, porém, deu positivo.

Já o Equador confirmou três novos casos da doença no país, elevando o número de infectados para dez. No Iraque, foi confirmada a primeira morte em decorrência da infecção pelo novo vírus em Bagdá, capital do país. Na França, o número de casos chegou a somar 285 nesta quarta-feira, mantendo quatro mortes e 15 pessoas sob cuidados intensivos.

A Espanha registrou nesta quarta-feira a segunda morte em decorrência do novo coronavírus. Trata-se de um homem de 82 que já apresentava pneumonia. No país, os casos confirmados somaram 193, entre eles 3 crianças, segundo anunciou o responsável pelo Centro de Coordenação de Alertas e Emergências Sanitárias, Fernando Simón. /Com agências internacionais

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.