Carlos Garcia Rawlins/REUTERS
Carlos Garcia Rawlins/REUTERS

Número de mortos pelo coronavírus passa de 1,6 mil; pelo menos 28 países têm casos confirmados

França registrou primeira morte fora da Ásia no sábado; além da China, onde se concentram maior número de vítimas fatais, Japão, Filipinas e Hong Kong já tinham notificado mortes

Redação, O Estado de S.Paulo

16 de fevereiro de 2020 | 05h16
Atualizado 16 de fevereiro de 2020 | 13h16

PEQUIM - As mortes provocadas pelo coronavírus na China aumentaram em 142 pessoas, de acordo com informações da Comissão Nacional de Saúde do país. Neste domingo, 16, o número de mortos por conta da doença chegou a 1.666. Apesar do aumento, o índice de casos confirmados reduziu.

Segundo os dados divulgados pela Comissão em sua página de internet, foram contabilizados 2.009 novos infectados, 632 a menos que no último sábado, 15, quando foram confirmados 2,641 novos casos. Ao todo, são 69.260 mil casos confirmados da doença. 

A província de Hubei, considerada o epicentro da epidemia, adotou um novo método de diagnóstico, que passou a considerar o parecer médico feito apenas pela observação do paciente. Diante do alto número de casos suspeitos, a província não possui capacidade de confirmar todos os casos mediante exames de laboratório. 

Os diagnósticos clínicos se baseiam na análise dos médicos e nas imagens dos pulmões. Com isso, os casos suspeitos passam a ser tratados e medicados como se fossem casos confirmados, sem a necessidade de aguardar pela confirmação do laboratório.   

Pelo menos 28 países já confirmaram casos de coronavírus. A China continental concentra 99,9% das mortes registradas no mundo. Neste sábado, a França confirmou uma morte por conta do coronavírus e se tornou o primeiro país fora da Ásia a registrar óbito pela doença. Japão, Filipinas e Hong Kong já tinham registrado mortes. 

No Brasil, quatro casos suspeitos são investigados. Além disso, no último domingo, 9, dois aviões da Força Aérea Brasileira com os 31 brasileiros que estavam na China, na província de Hubei, pousaram na Base de Anápolis. Nenhum passageiro apresentou sintomas da doença. Todos permanecem em quarentena. / Com EFE, NYT, CNN e AP.

Casos de coronavírus em números

Segundo informou a CNN, atualmente, existem pelo menos 69.260 casos globais confirmados do novo coronavírus e 1.666 mortes. Confira abaixo:      

1. Austrália (15 casos)         

2. Bélgica (1 caso)         

3. Camboja (1 caso)        

4. Canadá (7 casos)         

5. Finlândia (1 caso)         

6. França (11 casos, 1 morte)         

7. Alemanha (16 casos)         

8. Hong Kong (57 casos, 1 morte)         

9. Índia (3 casos)         

10. Itália (3 casos)

11. Japão (407 total: 51 casos em terra, incluindo 1 morte + 355 de navio de cruzeiro)  

12. Macau (10 casos)

13. Malásia (19 casos)        

14. Nepal (1 caso)         

15. Filipinas (3 casos, 1 morte)         

16. Rússia (2 casos)         

17. Cingapura (72 casos)                 

18. Coreia do Sul (29 casos)  

19. Espanha (2 casos)         

20. Sri Lanka (1 caso)         

21. Suécia (1 caso)         

22. Taiwan (20 casos, 1 uma morte)         

23. Tailândia (33 casos)        

24. Emirados Árabes Unidos (8 casos)        

25. Reino Unido (8 casos)         

26. Estados Unidos (15 casos)        

27. Vietnã (16 casos)     

28: Egito (1 caso) 

Tudo o que sabemos sobre:
coronavírusChina [Ásia]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.