Número de mortos por Ebola ultrapassa 5 mil, diz OMS

OMS voltou a afirmar que os casos de infecções e mortes são, na realidade, muito mais numerosos, já que não há registros de todos

O Estado de S. Paulo

12 Novembro 2014 | 16h19

O número de mortos pelo surto de Ebola na Guiné, Libéria e Serra Leoa, os três países mais atingidos na África Ocidental, subiu para 5.147 dentre 14.068 casos registrados da doença até 9 de novembro, afirmou a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta quarta-feira, 12. 

Outras 13 mortes e 30 casos foram registrados em outros cinco países: Nigéria e Senegal, que já estão livres do vírus, bem como Mali, Espanha e Estados Unidos, afirmou a organização.

Os casos de Ebola continuam registrando "grande aumento" em Serra Leoa, com 421 novas infecções relatadas na semana de 9 de novembro, e houve um total de quatro casos confirmados e prováveis no Mali e quatro mortes, afirmou a agência da ONU no seu mais recente relatório.

A OMS voltou a afirmar, em seu último informe, que os casos de infecções e mortes são, na realidade, muito mais numerosos, já que não há registros de todos.

Mali. Nesta quarta, a agência sanitária das Nações Unidas informou que Mali havia anunciado a morte de um enfermeiro que havia tido resultado positivo para a doença. 

Este segundo foco de Ebola em Mali não tem relação com a primeira vítima, uma menina de dois anos que havia viajado da Guiné ao país e que morreu em 24 de outubro após desenvolver a doença./COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS

Mais conteúdo sobre:
Ebola OMS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.