Número de reclamações contra planos de saúde cresce 31%

Queixa mais frequente em 2013 foi em relação à cobertura do plano

O Estado de S. Paulo

10 Janeiro 2014 | 22h51

RIO - O número de reclamações contra planos de saúde registrados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar(ANS) em 2013 aumentou 31% em comparação com 2012, segundo dados divulgados nesta sexta-feira, 10, pela agência. No ano passado foram recebidas 102.232 reclamações de clientes, enquanto em 2012 haviam sido 78.061.

A reclamação mais frequente foi em relação à cobertura do plano, com 74.061 queixas (23,5% a mais que em 2012, quando houve 59.938 reclamações). Os outros aspectos mais reclamados foram contratos eregulamentos (20.310 registros) e mensalidades e reajustes (4.952).

No início de 2013 a ANS ampliou a capacidade de recepção de ligações simultâneas ao Disque ANS. Segundo a agência, em 2013 também aumentou o número de reclamações resolvidas por meio de mediação feita pela ANS entre operadoras e consumidores, sem necessidade de abrir processos. O índice saltou de 78% dos casos, em 2012, para 82,6% no ano passado. "De cada 5 reclamações recebidas, 4 foram resolvidas por mediação de conflitos", destacou a ANS.

Mais conteúdo sobre:
plano de saúde cobertura saúde ans

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.