Unsplash/Christian Erfurt
Unsplash/Christian Erfurt

O estresse pode dar terçol? Saiba quais cuidados ter com os olhos

Higiene ocular é listada como tratamento e até prevenção de infecções oculares

Redação, O Estado de S.Paulo

09 de abril de 2022 | 05h00

No Pergunte ao Especialista desta semana, vamos falar sobre cuidado com os olhos. Tem uma dúvida sobre saúde, bem-estar, exercício físico ou nutrição? Escreva para ana.lourenco@estadao.com ou para o Instagram @bemestarestadao

O estresse pode dar terçol? Sinto uma dor muito forte nos olhos depois de semanas mais cansativas. 

Thiago Jordão, São Paulo

Responde Ione Alexim, oftalmologista do Instituto de Ciências Neurológicas

Na verdade, o estresse como um todo pode reduzir a imunidade do organismo e deixar a pessoa mais suscetível a diferentes inflamações e infecções. E o hordéolo, que tem o nome popular de terçol, é apenas uma delas. Mas além dele, essa baixa imunidade pode contribuir para conjuntivite, blefarites e calázios.

Pensando no terçol, que é uma inflamação palpebral geralmente relacionada a infecção por bactérias, não transmissível, o tratamento em si é feito através de medicações tópicas. Mas a higiene ocular é importante, inclusive como forma de prevenção, afinal é o acúmulo de secreção das glândulas palpebrais que pode servir de gatilho para elas inflamarem. A mesma secreção oleosa que pode acumular no couro cabeludo pode acumular na região dos cílios. 

A lavagem da região dos olhos deve ser feita diariamente, com uma gotinha de xampu neutro e um pouco de água nos olhos fechados. Orientamos o paciente a aproveitar os momentos finais do banho, até porque a água morna do chuveiro por si só favorece o amolecimento de qualquer secreção. 

Para além da prevenção, se começou algum incômodo na pálpebra, você pode fazer uma compressa no local com gaze e água mineral morna. Agora, se passarem 24h da compressa e o incômodo persistir, é muito provável que isso não vá ser resolvido somente com a compressa. Nesse caso, um profissional deve ser consultado. 

Tudo o que sabemos sobre:
conjuntiviteestresseoftalmologia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.