Obesidade aumenta risco de câncer em mulheres, diz estudo

Segundo pesquisa, cerca de 5% dos novos casos são provocados por obesidade.

BBC Brasil, BBC

07 de novembro de 2007 | 09h35

Um estudo da Universidade de Oxford concluiu que, a cada ano, cerca de 6 mil mulheres de meia-idade ou idosas da Grã-Bretanha desenvolvem câncer por causa do excesso de peso.A pesquisa, publicada online pela Associação Médica Britânica e financiada pelo Cancer Research UK, descobriu ainda que a obesidade responde por 50% dos casos de câncer do útero e de um tipo de câncer do esôfago.Os cientistas examinaram a incidência do câncer em 1,2 milhões de mulhere com idades entre 50 e 64 anos, durante sete anos. Mais de 45 mil casos de câncer e 17 mil mortes decorrentes da doença ocorreram neste período."Estimamos que o excesso de peso ou a obesidade respondem por cerca de 6 mil dos 120 mil novos casos de câncer que surgem anualmente em mulheres dessa faixa etária na Grã-Bretanha", disse Gillian Reeves, chefe da equipe responsável pela pesquisa.Segundo ela, o estudo mostra que o sobrepeso tem um impacto maior no risco para alguns tipos de câncer."Cerca de 60% desses 6 mil novos casos de câncer a cada ano por causa da obesidade atingem a mama ou o útero", afirmou Reeves.A pesquisa também descobriu que a ligação entre o peso e o risco de câncer também depende do estágio da vida da mulher.O risco de câncer de mama por causa da obesidade aumenta apenas depois da menopausa. Já o risco para o câncer de intestino é maior antes deste período.Na semana passada, um estudo do Fundo Mundial para Pesquisa do Câncer alertou para o fato de o excesso de peso aumentar significativamente o risco de todos os indivíduos desenvolverem a doença, não apenas as mulheres."A maioria das pessoas associam facilmente a obesidade a um risco geral para a saúde, mas muitas não sabem desta ligação específica com o câncer", afirmou Sara Hiom, do Cancer Research UK.Segundo Ian Campbell, diretor médico da organização Weight Concern, está evidente que o estilo de vida "traz um grande impacto no risco de uma pessoa desenvolver o câncer"."A mensagem é clara: investir em um estilo de vida mais saudável hoje é colher benefícios para uma vida mais longa no futuro", disse.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.