Divulgação/ESO
Divulgação/ESO

Observatório no Chile fotografa fusão de galáxias a milhões de anos-luz

Colisões de galáxias estão entre os principais processos a influenciar a evolução do Universo

estadão.com.br, estadão.com.br

10 Novembro 2010 | 14h47

Astrônomos do Observatório Europeu Sul (ESO) produziram uma imagem detalhada da galáxia Átomos pela Paz (NGC 7252). Esta estrutura, que se formou a partir da colisão de duas galáxias, oferece uma oportunidade de estudar os efeitos da fusão de galáxias na evolução do Universo.

 

Veja também:

link Pesquisador australiano descobre galáxias que são 'fósseis vivos'

 

Átomos pela Paz é o curioso nome dado a um par de galáxias em fusão, situado a cerca de 220 milhões de anos-luz, na constelação de Aquário. Estas galáxias são também conhecidas por NGC 7252 e Arp 226.

 

A imagem do ESO foi obtida pelo instrumento Wide Field Imager, montado no telescópio MPG/ESO de 2,2 metros, situado no Observatório de La Silla, Chile.

 

Colisões de galáxias estão entre os principais processos a influenciar a evolução do Universo, diz nota emitida pelo observatório.

 

A imagem da Átomos pela Paz é uma fotografia da colisão e de seu resultado caótico, tendo como pano de fundo um campo de galáxias distante.

 

Os resultados do intricado jogo de interações gravitacionais aparece nas caudas produzidas pelas correntes de estrelas, gás e poeira.

 

A imagem mostra também as camadas que se formam quando gás e estrelas são arrancados das galáxias em colisão e envolvem o núcleo comum.

 

Embora muito material seja ejetado para o espaço, há regiões onde o material é comprimido, dando origem a intensa formação estelar. O resultado é a formação de centenas de aglomerados estelares muito jovens, com cerca de 50 milhões a 500 milhões de anos.

 

O curioso nome da galáxia tem uma história interessante. Em 1953, o então presidente dos EUA, Dwight Eisenhower, fez um discurso que ficou conhecido como Átomos pela Paz. Esse discurso visava promover a energia nuclear para fins pacíficos - um assunto particularmente quente na altura.

 

O discurso e a conferência associada repercutiram na comunidade científica, e a NGC 7252 acabou sendo chamada galáxia de Átomos pela Paz.

 

Curiosamente, a galáxia realmente lembra um átomo - as faixas de matéria que envolvem o núcleo comum lembram as trajetórias dos elétrons que aparecem nos diagramas esquemáticos da estrutura atômica.

Mais conteúdo sobre:
ESOChilegaláxiasastronomia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.