EFE
EFE

Ômicron: comitê científico recomenda cancelar réveillon e carnaval no Nordeste

Boletim do grupo de especialistas orienta cancelar festas públicas nos nove Estados da região

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

03 de dezembro de 2021 | 23h47

SOROCABA – O Comitê Científico Consórcio Nordeste, que reúne representantes dos nove estados da região, divulgou boletim nesta sexta-feira, 3, recomendando o cancelamento das festas de réveillon e do carnaval nos estados do Nordeste por causa do risco de nova onda de covid-19. O documento revela preocupação com as novas variantes, especialmente a Ômicron, que já infectou pelo menos seis pessoas no Brasil.  

Segundo o boletim, as festas do fim do ano e o Carnaval podem gerar aglomerações e intensificar a transmissão do vírus. O documento aponta medidas que os governadores de cada Estado deve tomar para alcançar, “o mais rápido possível”, uma maior parcela da população com a vacinação completa. 

Hoje, cerca de 63% da população está com a vacinação completa. Entre as sugestões, está a de fazer a busca ativa de pessoas não imunizadas, usando carros da vacina para levar as doses até as regiões periféricas. “Quando possível, fazer a utilização volante de viaturas como o carro da vacina, em analogia com o carro do ovo nas cidades, em que se utiliza serviço de som, como já é feito em algumas cidades”, sugere. Indica ainda o uso de agentes comunitários para ampliar a vacinação em locais de grande circulação de pessoas.

Manter o uso obrigatório das máscaras, exigir o passaporte da vacina para a entrada em ambientes fechados ou com aglomeração, como cinemas, teatros e estádios de futebol estão entre as recomendações. Por fim, recomenda identificar todas as barreiras possíveis que dificultam a expansão da vacina e utilizar mecanismos para superá-las.

  O documento detalha a situação da pandemia nos estados do Nordeste, levando em conta a situação atual e projeções numéricas avaliadas em 26 de novembro.

As festas do réveillon já foram canceladas em oito das noves capitais nordestinas – Natal, Recife, Fortaleza, Salvador, São Luís, Teresina, Aracaju e João Pessoa. Em Maceió, a prefeitura ainda mantém a festa da virada, mas o Ministério Público já recomendou que o réveillon seja cancelado. A maioria das capitais do Nordeste ainda não anunciou o cancelamento do carnaval 2022. O governo do Ceará, no entanto, disse que não vai bancar a festa. Em Salvador, a realização ainda está indefinida, mas alguns  artistas e blocos tradicionais — como o de Daniela Mercury — e camarote Expresso 2222, de Gilberto Gil — anunciaram que não "vão para as ruas" da capital baiana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.