OMS aponta falta de tratamentos para aids no País

Cerca de 30 mil brasileiros que precisariam receber o tratamento contra a aids não têm acesso aos remédios. A estimativa é da Organização Mundial da Saúde (OMS) em relatório sobre o acesso ao tratamento no mundo, divulgado ontem. Segundo a OMS, o Brasil garante 180 mil tratamentos por ano, mas precisaria oferecer 210 mil. A diretora do Programa Nacional de DST/Aids, Mariângela Simão, contesta a estimativa e afirma que pedirá a revisão dos dados. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Agencia Estado,

18 de abril de 2007 | 10h35

Tudo o que sabemos sobre:
notícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.