OMS detecta gripe aviária em criança do Djibuti

A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que uma criança do Djibuti, país africano próximo do Quênia e da Tanzânia, contraiu o vírus H5N1 da gripe aviária. Trata-se do primeiro caso da doença entre seres humanos no país. "Creio que a pessoa ainda está viva. Tem dois anos de idade", disse o porta-voz Dick Thompson. Ele afirmou que a doença foi confirmada por exames realizados pela Unidade Naval de pesquisa Médica 3 (Namru-3), dos EUA, e que está estabelecida no Cairo. O vírus H5N1 já matou ou levou ao abate de mais de 200 milhões de aves e se espalhou pela Ásia, Europa e África. O H5N1 já matou 113 pessoas em todo o mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde. Autoridades sanitárias temem que a doença passe a se espalhar livremente entre seres humanos, dando origem a uma epidemia global.

Agencia Estado,

11 de maio de 2006 | 15h01

Tudo o que sabemos sobre:
notícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.