OMS diz que vacina contra a gripe ainda demora alguns meses

Diretora da entidade questionou afirmação do ministro inglês da Saúde de que país receberia doses em agosto

Efe,

15 Julho 2009 | 10h18

A diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margaret Chan, disse que a vacina contra a gripe suína estará disponível apenas daqui a alguns meses, já que não há garantias de que as primeiras doses sejam seguras.

 

Em declarações ao jornal The Guardian publicadas nesta quarta-feira, 15, Chan põe em xeque as afirmações do ministro de Saúde do Reino Unido, Andy Burnham, de que o país poderia receber as primeiras doses da vacina já em agosto.

 

"Não há uma vacina. Ela deveria estar disponível em breve, em agosto. Mas ter uma vacina disponível não é a mesma coisa do que ter uma que tenha resultados seguros", disse Chan. "Os dados dos testes não estarão disponíveis antes de dois ou três meses", acrescentou a responsável pela OMS.

 

 

Só no Reino Unido, 16 pessoas morreram por causa da gripe. Segundo Alan Hay, diretor do Centro Mundial de Gripe da OMS, o ministro da Saúde do Reino Unido foi "um pouco otimista" quando disse que a vacina contra a doença chegaria ao país no mês que vem.

 

O The Guardian diz que o governo do Reino Unido pediu em junho a duas companhias farmacêuticas o rápido desenvolvimento da vacina, mas os testes preliminares das doses começaram há apenas duas semanas.

 

O governo estima que a força de trabalho do país possa sofrer redução de entre 15% e 20% caso haja uma grande disseminação da gripe. Essa percentagem pode chegar a 35% caso as escolas sejam fechadas.

Mais conteúdo sobre:
gripe suína

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.