OMS estuda aumentar alerta da gripe suína para pandemia

Confirmação de que o vírus já estaria estabelecido nos EUA e Canadá pode levar a novo estado de alerta

Jamil Chade, de O Estado de S. Paulo,

28 Abril 2009 | 17h38

A gripe suína continua sua expansão e a Organização Mundial da Saúde (OMS) já não descarta nem mesmo elevar mais uma vez o nível de alerta, o que significaria o reconhecimento da eclosão de uma pandemia. "Estamos mais pertos disso", afirmou Dick Thompson, porta-voz da OMS.

 

Obama pede US$ 1,5 bi contra gripe; CDC espera mortes

OMS pede que governos mantenham cerco à gripe suína

 

Preocupada, a entidade apelou para que os países já se preparem para uma pandemia e alertou que, se isso ocorrer, as populações mais pobres serão as mais afetadas pelo vírus H1N1, com efeitos desastrosos.

 

O fator que mudaria os cálculos da OMS seria a confirmação de que a propagação do vírus H1N1 está ocorrendo de forma sustentável entre as pessoas, e não apenas se manifestando entre indivíduos que acabam de voltar do México. Atualmente, o risco de pandemia está na fase 4, de uma escala de 6 pontos. Uma nova mudança levaria ao nível 5, que representa pandemia "iminente".

 

Leia reportagem compelta na edição desta quarta-feira de o Estado de S. Paulo.

Mais conteúdo sobre:
gripe suína

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.