AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

OMS investiga caso suspeito de varíola em Uganda

Doença altamente contagiosa foi declarada erradicada no mundo todo em 1979

Reuters

25 de março de 2010 | 10h31

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse na quinta-feira, 25, que investiga informações de casos suspeitos de varíola, doença que estava erradicada, no leste de Uganda. A varíola é uma doença altamente contagiosa e bastante temida até ser oficialmente declarada erradicada no mundo todo em 1979.

 

"A OMS leva muito a sério qualquer informação sobre varíola", disse Gregory Hartl, porta-voz da agência de saúde da Organização das Nações Unidas (ONU) à Reuters por Email. "A OMS está ciente das informações vindas de Uganda e está tomando todas as providências para investigar e verificar."

 

Ele acrescentou que a OMS já recebeu anteriormente informações sobre casos suspeitos de varíola que se revelaram alarmes falsos.

 

A varíola foi erradicada por um programa para a colaboração global na vacinação lançado em 1967 pela OMS, mas uma elevação na atividade terrorista global fez com que governos em todo o mundo temessem que os terroristas usem a varíola como arma.

 

Os Estados Unidos e outros países montaram estoques da vacina para lidar com a ameaça.

 

O último caso natural de varíola conhecido aconteceu na Somália em 1977. Desde então, o único caso que se tem notícia aconteceu por conta de um acidente num laboratório em Birmingham, na Inglaterra, quando uma pessoa morreu e um surto limitado da doença foi registrado.

Tudo o que sabemos sobre:
variolaOMSUganda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.