ONU não vai cumprir meta de conter Ebola até 1º de dezembro

ONU não vai cumprir meta de conter Ebola até 1º de dezembro

Aumento de casos barra objetivo de ter 70% dos doentes em tratamento e 70% dos mortos enterrados com segurança

REUTERS

24 Novembro 2014 | 16h39

A Missão da Organização das Nações Unidas de Resposta de Emergência ao Ebola (UNMEER, na sigla em inglês) não conseguirá cumprir plenamente o seu objetivo de conter o vírus até 1º de dezembro por causa do aumento no número de casos em Serra Leoa e em outras regiões, afirmou o chefe da UNMEER, Anthony Banbury, nesta segunda-feira, 24. 

A missão da ONU estabeleceu a meta em setembro de ter 70% dos doentes de Ebola em tratamento e 70% dos mortos enterrados em segurança. Essa meta só será atingida em algumas áreas, disse Banbury. Ele citou progresso na Libéria.

Libéria. A presidente da Libéria, Ellen Johnson Sirleaf, pediu a seus agentes do país para dobrarem os esforços a fim de alcançar a meta do governo de não registrar nenhum caso novo de Ebola até 25 de dezembro, meta considerada ambiciosa por alguns especialistas.

Mais conteúdo sobre:
ONU Ebola

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.