Tomaz Silva/Agência Brasil
Tomaz Silva/Agência Brasil

Pacientes são transferidos após falha no Hospital Getúlio Vargas, no Rio

Rede de oxigênio da unidade de saúde foi rompida durante uma obra

Fábio Grellet, O Estado de S. Paulo

27 Outubro 2016 | 22h49

RIO - Seis pacientes precisaram ser transferidos do Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha (zona norte do Rio), nesta quinta-feira, 27, depois que a rede de oxigênio da unidade de saúde foi rompida durante a execução de uma obra.

Em nota, a direção do hospital informou que "parte da rede de oxigênio que abastece a unidade rompeu por obras para a instalação de uma ressonância magnética, na tarde desta quinta-feira". O texto classifica o problema como "pontual" e afirma que o reparo foi "imediatamente solicitado". 

O conserto foi concluído até a noite e, às 21h50, a rede de oxigênio da unidade já tinha voltado a funcionar normalmente.

"Por precaução, seis pacientes que estavam internados no setor foram transferidos para outras unidades da rede estadual", afirmou a direção do hospital.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.