Bruna Prado/ AP
Bruna Prado/ AP

Paes anuncia que Rio suspenderá vacinação contra covid por falta de doses

Outras cidades da região metropolitana e da baixada fluminense também já anunciaram que possuem doses suficientes para prosseguir com a vacinação por apenas mais alguns dias

Marcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

15 de fevereiro de 2021 | 08h21

RIO - A cidade do Rio de Janeiro interromperá sua campanha de vacinação contra a covid-19 por falta de imunizantes. A informação foi confirmada no início da manhã desta segunda-feira, 15, pelo prefeito Eduardo Paes (DEM), que no sábado chegou a dizer que "tinha expectativa" de receber um novo lote em até 48 horas.

"Recebi a notícia de que não chegaram novas doses. Teremos que interromper amanhã (terça) nossa campanha. Hoje vacinamos pessoas de 84 anos e amanhã, de 83. Estamos prontos e já vacinamos 244.852 pessoas. Só precisamos que a vacina chegue. Nova leva deve chegar do Butantã na próxima semana", publicou o prefeito em sua conta no Twitter.

Na semana passada, a Secretaria Municipal de Saúde chegou a alertar que tinha doses em estoque para garantir a vacinação apenas até sábado, mas o prazo foi retificado pelo secretário Daniel Soranz.

Além do Rio, outras cidades da região metropolitana e da baixada fluminense também já anunciaram que possuem doses suficientes para prosseguir com a vacinação por apenas mais alguns dias. 

Uma alternativa que está sendo estudada é utilizar o imunizante reservado para a segunda dose de quem já se vacinou, mas isso dependerá da garantia de que um novo lote seja entregue até a primeira semana de março.

Pelo País

No Brasil, 5.072.729 pessoas já tinham recebido a primeira dose da vacina até este domingo, 14, representando 2,4% da população. O novo coronavírus já fez quase 240 mil vítimas fatais no País — mais de 7,7 mil delas morreram nos últimos sete dias. A média móvel de mortes estava em 1.105 até domingo, o maior índice desde o início da pandemia. O número de infectados já passa de 9,8 milhões. Os dados são do consórcio de veículos de imprensa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.