Painel de energia da Estação Espacial se rasga na hora de abrir

Um painel de energiasolar se rasgou ao ser aberto na terça-feira na EstaçãoEspacial Internacional, o que obrigou a Nasa a suspender aoperação. O acidente coloca em dúvida o futuro das obras deexpansão do complexo orbital. O painel serviria para gerar eletricidade para doislaboratórios que começam a chegar em dezembro. Uma junta quemovimenta outro grupo de geradores solares já havia apresentadodefeito. Os astronautas pararam de abrir o painel, como a vela de umnavio, ao verem o dano. Eles disseram que o reflexo do sol osimpediu de notar o problema antes. Pamela Melroy, comandante do ônibus espacial Discovery,atracado à estação, disse que o problema apareceu "bem derepente". Os engenheiros da Nasa em Houston pediram aos astronautasque fotografassem os danos e recolhessem parcialmente a peça,para aliviar a tensão no rasgo. Ainda não se sabe o que a Nasa fará agora, mas nasegunda-feira funcionários haviam dito que, em caso deproblemas, os astronautas iriam trabalhar no painel solar aoinvés de examinar a junta com defeito na outra peça. O dia havia começado bem para os tripulantes, que, com aajuda de um braço mecânico e orientação de dois astronautasfora da estação, instalaram uma viga de 17,5 toneladas na qualo painel estava dobrado. Quando essa guia estava instalada, metade do equipamentosolar, que tem dois painéis e comprimento de 73 metros quandoaberto, se desenrolou sem empecilhos. O problema ocorreu naoutra metade. O outro problema diz respeito a uma junta instalada emjunho e que começou a funcionar há apenas dois meses, parapermitir que os painéis solares se voltem na direção do sol. Osastronautas nesta semana encontraram aparas de metal junto àpeça, o que fez a Nasa acrescentar uma saída espacial extra eum dia a mais à missão do Discovery, para que na quinta-feiradois astronautas possam avaliar o estrago. O Discovery levou consigo o módulo italiano Harmony, quefoi acoplado na sexta-feira -- a primeira vez em seis anos quea estação ganha mais espaço. O Harmony servirá como encaixepara os laboratórios Columbus e Kibo. A Nasa tenta concluir as obras da Estação EspacialInternacional, um projeto de 15 nações, até 2010, quando vaiaposentar sua frota de ônibus espaciais.

JEFF FRANKS, REUTERS

30 de outubro de 2007 | 19h26

Tudo o que sabemos sobre:
ESPACOPAINELRASGO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.