Fabrice Coffrini/Pool via REUTERS/File Photo
Fabrice Coffrini/Pool via REUTERS/File Photo

Pandemia do coronavírus pode 'piorar, piorar e piorar', alerta diretor-geral da OMS

Tedros Adhanom Ghebreyesus afirmou que muitos países não têm seguido as recomendações básicas de saúde e, caso continuem, a crise da covid-19 vai se agravar

Redação, O Estado de S.Paulo

13 de julho de 2020 | 13h05

 

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou nesta segunda-feira, 13, que alguns países não têm aplicado as recomendações básicas de saúde para controle do novo coronavírus e que, caso essa situação continue, o quadro geral da pandemia vai piorar.

"Deixe-me ser direto: muitos países estão na direção errada. O vírus permanece como inimigo público número 1, mas a ação de muitas pessoas e governos não reflete isso", disse Tedros. "Se as medidas básicas não forem seguidas, a única direção que essa pandemia pode seguir é piorar, piorar e piorar."

O diretor-geral falou que no domingo, 12, 230 mil novos casos de covid-19 foram reportados à organização, sendo que 50% desses correspondiam a apenas dois países: Estados Unidos e Brasil. Para a OMS, o epicentro da pandemia permanece nas Américas. Segundo dados da Universidade Johns Hopkins desta segunda-feira, foram registrados mais de 12,9 milhões de infectados pelo coronavírus no mundo.

Novamente, Tedros ressaltou a necessidade de uma estratégia focada na supressão da transmissão e comunicação clara com a população por parte dos governos. Também destacou que todo cidadão deve seguir os princípios básicos: distanciamento social, higienização constante das mãos, uso de máscara, etiqueta respiratória e permanência em casa, se estiver doente. "Não tem atalhos nessa pandemia. Todos nós esperamos uma vacina, mas precisamos usar as ferramentas que temos."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.