Papais noéis dos EUA querem ser vacinados contra gripe A

Pedido foi feito por ONG que envia o personagem natalino a hospitais e centros de saúdes para crianças

Efe,

25 de novembro de 2009 | 09h12

A organização que reúne os papais noéis dos Estados Unidos pediu nesta quarta-feira, 25, que seus membros sejam colocados nos primeiros lugares da lista para serem vacinados contra a gripe A. O pedido foi feito em um programa de rádio por Ernest Berger, presidente e fundador da Santa America, uma organização sem fins lucrativos que envia os papais noéis aos hospitais e a outros centros de saúde para visitar crianças doentes.

 

Veja também:

linkHungria pede que Papais Noéis gripados não beijem as crianças

linkEUA anunciam que a propagação da gripe está cedendo

 

O objetivo é levantar um muro de contenção contra os vírus e os resfriados sazonais que pudessem infectar as crianças. As autoridades de saúde dos EUA consideraram que, nos primeiros lugares da vacinação, devem estar as crianças e jovens até 24 anos, as mulheres grávidas, as pessoas que trabalham no setor médico, as grávidas e os pacientes com doenças cardíacas ou respiratórias.

 

Mas a Santa America afirmou nesta quarta-feira que, com a proximidade do Natal, os papais noéis devem receber tratamento semelhante, e, em seu site, recomendou que os representantes do bom velhinho, este ano, tomem precauções especiais ao iniciar seu trabalho na sexta-feira, após o Dia de Ação de Graças.

 

"Tenham muito cuidado quando uma criança colocar o rosto em sua barba ao abraçá-los. Se isso acontecer, desinfete imediatamente a barba", sugere a Santa America. Além disso, sugere que "não encostem no rosto, nariz, olhos e boca. Não acariciem a face das crianças. Se fizerem isso, desinfetem as mãos".

Tudo o que sabemos sobre:
papai noelEstados Unidosgripe A

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.