Governo do Estado de SP/Divulgação
Governo do Estado de SP/Divulgação

Para ajudar no isolamento social, governo de São Paulo decreta ponto facultativo na segunda-feira

CONTEÚDO ABERTO PARA NÃO-ASSINANTES: Prefeitura de SP também adotará a medida; na terça-feira é feriado de Tiradentes no País; serviços essenciais vão funcionar normalmente

Renata Okumura, O Estado de S.Paulo

17 de abril de 2020 | 13h47

SÃO PAULO - O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), decretou ponto facultativo na próxima segunda-feira, 20, para ajudar no isolamento social contra o novo coronavírus. Na terça-feira, 21, é feriado nacional de Tiradentes. 

Mesmo diante da quarentena no Estado, que já fechou muitos estabelecimentos, o anúncio do ponto facultativo é necessário para reforçar a necessidade de as pessoas permanecerem em casa. Apenas os serviços essenciais como saúde, segurança, logística e transportes estão autorizados a funcionar normalmente.

O prefeito da cidade, Bruno Covas (PSDB), também anunciou na quinta-feira, 16, no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado, que a próxima segunda-feira, véspera do feriado de Tiradentes, será ponto facultativo em toda a cidade de São Paulo.

A medida vai de encontro ao anúncio feito pelo governador João Doria, que também adotará a medida em todo o Estado de São Paulo. 

“Com um feriado prolongado ampliamos a possibilidade de mais pessoas ficarem em casa. Isso é muito importante porque o vírus está se espalhando. Por todos os bairros e regiões já temos pessoas infectadas e mortas pelo coronavírus. Os nossos hospitais já estão ficando lotados, apesar de todo o esforço que a Prefeitura vem fazendo para a criação de novas vagas e leitos de UTI. Se as pessoas não colaborarem não vamos dar conta”, disse o prefeito.

O decreto permite a continuidade de serviços considerados essenciais nas áreas de saúde, segurança, abastecimento e logística. A medida, tanto no estado como na capital, tem como objetivo incentivar a população a ficar em casa em virtude da crise do covid-19 (doença provocada pelo novo coronavírus).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.