Para infectologista, SP corre risco de epidemia de dengue

Situação no Rio deve servir como alerta para autoridades sanitárias de SP, diz David Uip para rádio

Da Redação,

24 de março de 2008 | 11h39

Em entrevista concedida nesta segunda-feira, 24, à Rádio Jovem Pan, o infectologista David Uip disse que o Estado de São Paulo também corre o risco de ter uma epidemia de dengue semelhante à que atinge o Rio de Janeiro. Para Uip, a situação no Rio deve servir como alerta para as autoridades sanitárias de São Paulo. O governo do Rio calcula que a doença tenha sido contraída por aproximadamente 36 mil pessoas. A lista oficial de mortos já soma 49 nomes.   Veja também:    Especial - A ameaça da dengue Para governo, dengue cresce no Rio por falta de agentes Dengue atinge status de epidemia no Rio   O infectologista afirmou que o governo paulista deve adotar ações preventivas para evitar que a doença se espalhe. Para Uip, a situação vivida pela população do Estado do Rio de Janeiro é resultado da falta de uma política nacional sólida para o assunto.   O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, convocou as autoridades sanitárias federais, do estado e do município do Rio de Janeiro, para uma reunião nesta segunda, em que se pretende definir uma estratégia de combate à doença.   O ministro da Defesa, Nelson Jobim, disse que as Forças Armadas podem ser incorporadas imediatamente à tarefa de pulverização, como fizeram em Brasília janeiro passado, quando os arredores da capital tiveram um grande surto de febre amarela.   Segundo Jobim, o Exército também tem capacidade de montar hospitais de campanha para atender aos numerosos casos da doença e colaborar, assim, com a rede de saúde pública, que está em colapso devido à enorme quantidade de pacientes que recebe por dia.   A pior situação ocorreu na quinta-feira, 20, quando foram registrados 2053 casos de dengue, alarmantes 1,4 casos por minuto. 

Tudo o que sabemos sobre:
Dengue

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.