Paraná confirma mais 17 mortes por gripe suína

Com isso, subiu de 178 para 195 o número de óbitos causados pela doença no Estado

FABIANA MARCHEZI, Agencia Estado

31 Agosto 2009 | 16h56

Casos de gripe voltam ao normal no hemisfério sul, diz OMSA Secretaria de Saúde do Paraná confirmou hoje mais 17 mortes decorrentes do vírus influenza A (H1N1), a gripe suína. Com isso, subiu de 178 para 195 o número de óbitos causados pela doença no Estado. Segundo a secretaria, a capital Curitiba tem o maior número de mortes: 70. Em seguida vêm os municípios de Foz do Iguaçu e Cascavel, que registram 15 óbitos cada um. Ao todo, foram confirmados 4.931 casos no Estado.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) está preocupada com o alto número de jovens adultos que não sobrevivem ao vírus da Influenza A (H1N1), popularmente conhecida como gripe suína, e aponta que a taxa de disseminação da nova gripe é quatro vezes superior à das sazonais. As afirmações são da diretora da OMS, Margaret Chan, em entrevista publicada neste fim de semana no jornal francês "Le Monde". "O vírus viaja em uma rapidez inacreditável, quase jamais vista", disse.

Mais conteúdo sobre:
gripe suína mortes PR

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.