AE
AE

Paraná divulga cidades com infestação do mosquito da dengue

Guaraci, Paiçandu, Mercedes e Nova Aliança do Ivaí apresentam os maiores índices de infestação do transmissor

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

14 Janeiro 2010 | 11h48

A Secretaria da Saúde do Paraná divulgou nesta última quarta-feira, 13, os 20 municípios que apresentam o maior Índice de Infestação Predial (IIP) do mosquito transmissor da dengue. O levantamento foi feito entre setembro e novembro de 2009.

Veja também:

linkDonos de imóveis com foco de dengue pagarão multa no Rio 

 

Segundo a Agência Estadual de Notícias, o município de Guaraci, próximo a Londrina, lidera, em porcentual de infestação, o ranking com 8,33, seguido de Paiçandu, próximo a Maringá que está com 7,40, Mercedes pertencente à Regional de Saúde de Toledo com 6,48 e Nova Aliança do Ivaí, da região de Paranavaí, com 5,17.

 

"Se um município tem 1% significa que a cada 100 imóveis visitados um tem foco de criação do mosquito", explica o secretário da Saúde, Gilberto Martin.

 

As regionais de Maringá e de Paranavaí são as que apresentaram maior número de cidades com IIP elevado, cinco e quatro, respectivamente. Historicamente as regiões Oeste, Norte e Noroeste concentram o maior número de casos e focos de criação do mosquito.

 

Para esta temporada de calor a Secretaria da Saúde está preparando uma nova edição do "Verão sem Dengue" que começará com a"Caravana Contra a Dengue". O movimento, que tem como objetivo mobilizar todos no combate à doença, percorrerá entre os dias 25 de janeiro e 6 de fevereiro diversos municípios.

 

A seguir a relação dos municípios com os respectivos índices: Guaraci 8,33, Paiçandu 7,40, Mercedes 6,48, Nova Aliança do Ivaí 5,17, Guairá 3,90, Foz do Iguaçu 3,80, Paranavaí 3,70, Ângulo 3,54, Nova América da Colina 2,82, Ribeirão do Pinhal 2,76, Paranacity 2,59, São Pedro do Iguaçu 2,56, Campo Mourão 2,40, Cambe 2,40, Jardim Olinda 2,35, Tapira 1,99, Maringá 1,90, Atalaia 1,82, Lira Pontes 1,82, Inajá 1,80.

Mais conteúdo sobre:
Paranadengue

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.