Páscoa: Os cuidados na hora de escolher o peixe

Por conta da tradição cristã, que recomenda evitar as carnes na Sexta-feira Santa, o consumo de peixes aumenta muito nessa época do ano. Os consumidores devem estar atentos na hora de adquirir os produtos típicos da data, especialmente os peixes que são extremamente perecíveis. Antes de comprar frutos do mar ou peixes frescos, é preciso observar o aspecto do produto. "Se a pessoa vai comprar peixe, por exemplo, deve prestar atenção se ele apresenta pele firme e olhos brilhantes e salientes. As escamas devem estar unidas, fortemente aderidas à pele e brilhantes", recomenda a Gerente de Inspeção e Controle de Riscos de Alimentos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Ana Virgínia Figueiredo. Temperatura de conservação Outro cuidado importante ao se comprar pescado diz respeito à temperatura de conservação desses alimentos. Produtos frescos, como os peixes, devem ser mantidos sob refrigeração de no máximo 8°C e estar dispostos sobre uma camada de gelo ou em equipamento de refrigeração. Recomenda-se também que consumidor veja se o local onde o produto está exposto apresenta boas condições de higiene. Os funcionários devem ser asseados e utilizar protetor para os cabelos e uniformes limpos e apropriados para a atividade. Os peixes congelados embalados devem ser acondicionados de acordo com as recomendações do fabricante quanto à temperatura. É imprescindível conferir o prazo de validade no ato da compra. "Os produtos não podem estar amolecidos ou com acúmulo de líquidos, um sinal de que eles já passaram por um processo de descongelamento", lembra Ana Virgínia. Bacalhau O bacalhau, na maioria das vezes, não é conservado sob refrigeração e sim por meio da adição de grande quantidade de sal, o que não dispensa cuidados. Sua exposição para venda deve ser em local limpo e protegido de poeira e insetos. Também não pode conter manchas e a coloração deve ser característica do produto. Outro artigo típico da Páscoa que merece atenção do consumidor na hora da compra são os ovos de chocolate. "Os ovos também devem estar acondicionados em locais bem arejados, sem incidência direta de luz solar ou contato com umidade", diz Ana Virgínia Figueiredo. Prazo de validade e embalagem íntegra, sem furos, constituem itens importantes. As mesmas recomendações valem para os ovos de Páscoa artesanais. "As pessoas devem adquirir ovos que contenham informações obrigatórias como nome do produto, fabricante, endereço e prazo de validade e se contém ou não glúten", afirma Ana Virgínia. Vigilância especial Vários órgãos de Vigilância Sanitária instituem uma programação especial para a Páscoa e intensificam suas ações para verificar se os comerciantes estão cumprindo as legislações sanitárias e, dessa forma, oferecendo produtos de qualidade à população. Caso o consumidor queira denunciar locais que apresentem más condições de armazenamento dessas mercadorias ou outras irregularidades deve contatar a Vigilância Sanitária local. Os endereços dos órgãos podem ser acessados no endereço eletrônico da Anvisa: www.anvisa.gov.br.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.