Pastoral da Criança pede que voluntários falem sobre importância de lavar a mão

No Dia Mundial de Lavar as Mãos, entidade quer que 232 mil pessoas levem informação a famílias

Agência Brasil

15 Outubro 2010 | 21h07

CURITIBA - No Dia Mundial de Lavar as Mãos, comemorado nesta sexta-feira, 15, a Pastoral da Criança em Curitiba pede que seus mais de 232 mil voluntários levem essa informação para as famílias acompanhadas em 40 mil comunidades.

De acordo com a assessoria da pastoral, em 2009 mais de 85 países, principalmente na Ásia e na África, promoveram eventos em escolas para conscientizar as crianças. A entidade produziu material sobre o tema, que pode ser acessado em seu site.

A pastoral lembra que esse simples hábito previne doenças como gripe, resfriados, conjuntivite, pneumonia e diarreia. O material, composto por áudios e cartazes, ensina que, ao esfregar os dedos e a palma das mãos com sabonete e água corrente, a maioria dos germes causadores de doenças é removida juntamente com a sujeira acumulada durante o dia. Mostra ainda quando se deve obrigatoriamente lavar as mãos, como depois de ir ao banheiro, assoar o nariz e antes de manipular alimentos.

Na campanha "Mãos: Toda Vez que Você Lava, Ganha Saúde", a Pastoral da Criança mostra também que existem milhares de bactérias no corpo, algumas naturais e outras não, e que, ao lavar as mãos, diminuímos a quantidade de micro-organismos e a chance de contaminação.

De acordo com a assessoria, esta á a primeira vez que o Brasil participa da iniciativa. O site do Ministério da Saúde também divulga peças publicitárias, pedindo a todos que ajudem a divulgar a ação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.