Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Percentual de isolamento no Estado de São Paulo foi de 50% no sábado

Meta do governo é 60% e o número ideal é 70%, a fim de evitar um colapso do sistema de saúde

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de maio de 2020 | 19h40

O Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI-SP) do Governo de São Paulo mostra que o percentual de isolamento social no Estado foi de 50% no sábado, 16.  A meta do governo é 60% e o número ideal é 70%, a fim de evitar um colapso do sistema de saúde. Mas poucos municípios atingem a meta. São Paulo vem tendo taxas abaixo dos 50% (na última quinta-feira, 14, por exemplo, chegou a 49%).

Neste domingo, 17, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, anunciou a retomada do esquema tradicional de rodízio. Covas afirmou que pretende antecipar "para já" os feriados de Corpus Christi (11 de junho) e da Consciência Negra (20 de novembro), na tentativa de intensificar o isolamento social para deter a disseminação do novo coronavírus. A decisão foi tomada porque a ampliação do rodízio para 50% da frota, adotada ao longo da semana que passou, não teve impacto no aumento do isolamento social. Especialistas declaram que São Paulo não terá como evitar o lockdown.

Monitor do Isolamento. O jornal O Estado de S.Paulo tem divulgado um monitor de isolamento, feito com base em dados da Inloco, empresa de tecnologia que fornece dados de inteligência a partir de localização. Os dados mostram que o índice de isolamento está em 43.4%, enquanto especialistas falam da necessidade de isolamento próximo aos 70%. Conheça o monitor Estado/Inloco aqui. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.