Pesquisa liga má qualidade do sono a diabetes do tipo 2

Estudo indica capacidade menor de reação de insulina sem o sono profundo.

BBC Brasil, BBC

01 de janeiro de 2008 | 07h05

Noites mal-dormidas podem aumentar o risco de desenvolver diabetes, segundo sugere um estudo americano publicado na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences.A equipe de pesquisadores da Universidade de Chicago descobriu que voluntários que despertavam sempre que estavam prestes a cair em sono profundo desenvolveram resistência a insulina.A incapacidade do corpo em reconhecer sinais normais de insulina pode levar a um aumento no nível de açúcar no sangue, ganho de peso e, eventualmente, diabetes do tipo 2.Para testar o impacto da qualidade do sono no controle do nível de glicose no sangue, nove homens e mulheres saudáveis foram monitorados por duas noites consecutivas para verificar seu padrão de sono normal.Depois disso, nas três noites seguintes, a equipe de pesquisadores os acordava com um ruído alto quando eles estavam para entrar em sono profundo.A quantidade total de sono que eles tinham a cada noite, porém, se mantinha a mesma. Após injetarem glicose nos voluntários e medirem seus níveis de açúcar no sangue e a reação da insulina, os pesquisadores descobriram que oito deles haviam se tornado menos sensíveis à insulina.Intervenções potenciaisOutras pesquisas já haviam associado a diabetes à falta de sono, mas esta é a primeira vez que a relação é feita sobre a qualidade do sono.Segundo a coordenadora da pesquisa, Esra Tasali, há um aumento alarmante na ocorrência da diabetes do tipo 2 em conseqüência do envelhecimento da população e do aumento da obesidade, e por isso é importante entender os fatores que promovem seu aparecimento.Segundo ela, os dados da pesquisa sugerem que "estratégias para melhorar a qualidade e a quantidade de sono deveriam ser consideradas como potenciais intervenções para prevenir ou retardar o desenvolvimento da diabetes do tipo 2 em grupos de risco".Tasali acrescentou ainda que o sono leve e a diabetes são fatores tipicamente associados ao envelhecimento e disse que mais pesquisas são necessárias para verificar se mudanças na qualidade do sono relacionadas à idade contribuem para estas mudanças metabólicas.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.