Pesquisadores encontram gene ligado à infertilidade masculina

Gene controla a formação da cabeça do espermatozóide. Sua desativação produz células defeituosas

Julie Steenhuysen da Reuters,

17 de outubro de 2007 | 18h03

Um único gene pode ser crucial para os estágios finais da formação das células de espermatozóides, e pode ajudar a explicar por que alguns homens são inférteis, disseram pesquisadores dos Estados Unidos nesta quarta-feira.                                   Camundongos de laboratório que não tinham o gene registraram uma contagem significativamente menor de espermatozóides e eram inférteis, descobriram cientistas da Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill.                                   Os poucos espermatozóides que os roedores produziam tinham defeitos significativos, afirmaram eles.                                   "Como esse gene tem um efeito muito específico no desenvolvimento do espermatozóide funcional, tem um grande potencial de ser alvo de novos tratamentos para a infertilidade", disse num comunicado Yi Zhang, professor de bioquímica e biofísica da faculdade de medicina da universidade.                                   Segundo dados oficiais dos EUA, um em cada seis casais tem dificuldades para conceber um bebê. Em entre 30% e 40% desses 2,6 milhões de casais, os homens são inférteis.                                   O estudo de Zhang, publicado na revista Nature, concentrou-se no estágio final da formação da célula do espermatozóide, conhecido como espermiogênese. Nessa fase, o DNA é concentrado na cabeça do espermatozóide, para garantir que consiga penetrar no óvulo.                                   Os camundongos concebidos para não ter o gene responsável por esse processo produziram poucos espermatozóides maduros, e os poucos que foram produzidos tinham cabeças de formato anormal e caudas imóveis.                                   "Esse gene é muito importante no controle de genes essenciais envolvidos na compactação do DNA", afirmou Zhang numa entrevista por telefone.

Tudo o que sabemos sobre:
espermatozóideinfertilidadenature

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.