Jalal Morchidi/EFE/EPA
Jalal Morchidi/EFE/EPA

Pesquisadores japoneses dizem ter criado anticorpo capaz de eliminar o coronavírus

A esperança é que o resultado do estudo ajude a criar um medicamento eficaz contra a covid-19

Redação, EFE

08 de maio de 2020 | 09h12

TÓQUIO - Um grupo de pesquisadores do Japão afirma ter criado um anticorpo capaz de evitar novas infecções pelo coronavírus, segundo a mídia local. A equipe é da Universidade de Kitasato, em Tóquio, e colabora com as empresas Kao e Epsilon Molecular Engineering.

“Há esperança de que os resultados desta pesquisa possam levar ao desenvolvimento de agentes terapêuticos e de diagnóstico de infecções do novo coronavírus”, diz a introdução do estudo.

A pesquisa criou artificialmente um anticorpo de domínio simples, conhecido pela sigla em inglês VHH (nanocorpos), que pode atuar contra a covid-19. “Confirmou-se que a infecção do novo coronavírus nas células foi suprimida quando esse anticorpo se juntou a elas”, conclui o estudo.

A Universidade de Kitasato é uma das mais renomadas na área da pesquisa no Japão, e conta, entre outros cientistas, com o Nobel de Medicina de 2015, Satoshi Omura. A empresa Kao, por sua vez, tem 130 anos de trabalho em saúde e cosméticos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.