Planos de saúde terão novos procedimentos obrigatórios

Atendimento psiquiátrico ilimitado em casos graves e a possibilidade de internação domiciliar estão entre as novidades

AE, Agência Estado

05 Junho 2010 | 11h21

A cobertura mínima obrigatória que os planos de saúde devem oferecer ganhará 73 novos procedimentos a partir da próxima segunda-feira, dia 7. Deste total, 57 serão para os convênios médicos e outros 16 são para os convênios odontológicos. O novo rol foi aprovado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) em janeiro, mas entra em vigor só agora.

A medida beneficia os 43,7 milhões de usuários que contrataram planos coletivos ou individuais a partir de janeiro de 1999. Para os outros 10,4 milhões que têm planos de saúde mais antigos, vale o que está escrito no contrato.

Atendimento psiquiátrico ilimitado em casos graves e a possibilidade de internação domiciliar estão entre as novidades. Já os planos odontológicos terão que oferecer, entre outros benefícios, a colocação de bloco dentário e coroa. O beneficiário do convênio também vai poder contar com um maior número de consultas com psicólogos, terapeutas, fonoaudiólogos e nutricionistas por ano, desde que receitado por um médico, que especificará a quantidade necessária. As informações são do Jornal da Tarde.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.