Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Plantas ajudam na recuperação pós-operatória

Estudo confirma efeitos benéficos de plantas e flores para pacientes em recuperação de cirurgias abdominais

da Redação

29 de dezembro de 2008 | 20h14

Há muito tempo se acredita que contato com a natureza aumenta sentimentos positivos, reduz estresse e provê distração da dor associada com a recuperação de cirurgias. Agora, pesquisas confirmaram os efeitos benéficos de plantas e flores para pacientes em recuperação de cirurgias abdominais.  Veja também: Íntegra do estudo   Um estudo recente de Seong-Hyun Park e Richard H. Mattson, pesquisadores do Departamento de Horticultura e Recreação da Universidade do Kansas, provê fortes evidências de que contato com plantas seja diretamente beneficial a pacientes hospitalizados. Usando várias medidas médicas e psicológicas, o estudo conseguiu avaliar se plantas em quartos de hospitais têm influências terapêuticas. Estudos mostram que quando pacientes sofrem grande estresse associado à cirurgia, eles normalmente experimentam dores mais severas e um período de recuperação mais lento. Alguns desses problemas são tratados com o uso de anestésicos e analgésicos, mas, se não propriamente administrados, os medicamentos podem ter efeitos colaterais que vão de vômito e dores de cabeça até dependência de drogas e morte.  O estudo, publicado na edição de outubro de 2008 da revista HortTechnology, foi conduzido em 90 pacientes em recuperação de uma apendicectomia. Pacientes foram aleatoriamente colocados em quartos com ou sem plantas durante o período de seus pós-operatórios. Dados coletados incluíram informação sobre a duração da hospitalização, a administração de drogas para o controle da dor, sinais vitais, taxas de intensidade da dor, estresse, fadiga e ansiedade e um questionário de satisfação com o quarto.  Pacientes com plantas em seus quartos tiveram significativamente menos administrações de remédios para a dor, respostas fisiológicas mais positivas, menos dor, ansiedade e fadiga e maior satisfação com seus quartos do que o grupo que ficou nos quartos sem plantas.

Tudo o que sabemos sobre:
saúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.