Polícia ajuda no transporte de pulmão para transplante em SP

Um homem de 54 anos recebeu hoje os pulmões de um doador vindo de Sorocaba, no interior de São Paulo. O transporte do órgão foi feito pelo helicóptero Pelicano, da Polícia Civil. Segundo a polícia, por volta das 7 horas o helicóptero se dirigiu ao Hospital da Unimed, em Sorocaba, para recolher o órgão, doado pela família de um homem de 45 anos que havia sofrido um derrame. Foram doados também fígado, pâncreas, rins e córneas. O transporte por helicóptero se torna necessário devido à urgência, já que o tempo de "vida" de um pulmão para transplante é de cerca de seis horas e a operação dura em média cinco horas. O órgão foi levado para o Hospital das Clínicas, que o encaminhou à equipe do doutor Samano, no Instituto do Coração (Incor). O hospital ainda não forneceu informações sobre a cirurgia.

Agencia Estado,

22 de janeiro de 2007 | 11h00

Tudo o que sabemos sobre:
notícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.