Arquivo/AE
Arquivo/AE

Polícia apreende remédios falsificados em farmácias de Osasco

Medicamentos sem autorização para venda no País e anabolizantes também foram apreendidos na operação

Fabiana Marchezi, do estadao.com.br,

24 Fevereiro 2010 | 15h43

A Polícia Civil e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária apreendeu na manhã desta quarta-feira, 24, uma grande quantidade de medicamentos falsificados e impróprios para o consumo em duas farmácias de Osasco, na Grande São Paulo. Duas sócias foram detidas.

Veja também:

linkUso abusivo de medicamentos supera o de drogas, diz ONU

linkFiscalização fecha 17 farmácias em SP e MG 

 

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado, Jusciane Nogueira da Silva e Vanessa Prado Roberto de Morais foram presas em flagrante. Na Drogaria Prado Ltda, localizada na Avenida Cruzeiro do Sul, altura do número 912, foram encontrados e apreendidos Dexadurabolim falsos, Duratexton falsos e vários medicamentos controlados e usados como anabolizantes.

 

Já na Unifarma Drogaria e Perfumaria, localizada na Rua Dorival Seabra, número 507, no Jardim Baronesa, foram encontrados e apreendidos 16 unidades de Cialis falsos, 23 unidades de Viagra falsos, 43 unidades do medicamento Pramil - importado - sem autorização dos órgãos competentes para a comercialização no Brasil.

 

Os medicamentos foram recolhidos pela Anvisa e as duas sócias das drogarias foram autuadas e estão a disposição da Justiça.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.