Prefeitura de São Roque/Divulgação
Prefeitura de São Roque/Divulgação

Polícia prende falso médico em Atibaia

Doutor Bruno dizia ter 28 anos e morava em um hotel; é o sétimo falso médico identificado no interior e o terceiro a ser preso

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

28 Julho 2015 | 18h28

SOROCABA - Policiais civis prenderam na noite de segunda-feira, 27, mais um falso médico que atendia em unidades de saúde do interior de São Paulo. O profissional, conhecido como Doutor Bruno, foi preso num hotel de Atibaia, região de Campinas. Durante pelo menos dois meses, ele atendeu pacientes da rede pública em cidades da região de Bragança Paulista, como Joanópolis e Piracaia. É o sétimo falso médico identificado no interior e o terceiro a ser preso.

De acordo com a Polícia Civil, o homem, que dizia ter 28 anos, usava o registro no Conselho Regional de Medicina (CRM) de outro médico que também se chama Bruno. Em Joanópolis, ele prestou serviços por meio de uma empresa contratada pela prefeitura para administrar a Santa Casa local. A prefeitura informou ter orientado os pacientes do falso médico a passarem por novo atendimento. A prefeitura de Piracaia registrou ocorrência contra o falso profissional na polícia local.

Outros seis falsos médicos foram descobertos atuando em unidades que atendem pacientes pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Alumínio, Mairinque e São Roque, região de Sorocaba. Dois deles estão presos e outros dois, já identificados, tiveram expedidos mandados de prisão, mas estão foragidos. Um dos falsos médicos já morreu e outro ainda está sendo investigado. O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) acompanha os casos.

Mais conteúdo sobre:
Atibaia

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.